Opinião

Basta de violência!

20 Jun. 2024

"Nos últimos anos temos verificado um crescendo de violência contra pessoas, de onde relevam as situações ocorridas essencialmente contra mulheres, no que diz respeito à  violência doméstica, contra os imigrantes que para o nosso país vêm trabalhar, contra os  agentes de autoridade e os profissionais de saúde, entre outros. Esta postura de “quero, posso e mando”, à qual acresce a de “bato e mato”, é algo que jamais  se pode aceitar como normal".  Leia o artigo de opinião da autoria de Valter Amorim, presidente do Conselho Diretivo da Secção Regional Centro da Ordem dos Enfermeiros.