Opinião

“Não podemos nunca perder o foco no doente”

19 Out. 2020

Dulce Goncalves HC site ad131Estar na linha da frente de combate é estar na organização, nos serviços e, simultaneamente, garantir os cuidados aos doentes. Não podemos nunca perder o foco no doente, nem mesmo quando surge algo muito desconhecido, com um impacto enorme e que nos obriga a fechar um país, como foi o caso da pandemia de Covid-19.