Opinião

Abordagem psicológica da Fibrose Pulmonar Idiopática
Paulo Pimentel
07 Out. 2021

COMO LIDAR COM O DIAGNÓSTICO E COM A PROGRESSÃO DA DOENÇA

Ouvir o diagnóstico de uma patologia crónica como a FPI supõe a existência de uma reação com grande carga emocional: é possível que sinta medo, angústia, revolta, culpa e tristeza face à evolução da doença.

A Fibrose Pulmonar Idiopática sob o olhar da Enfermagem
Redação Jornal Enfermeiro
23 Set. 2021

FOI DIAGNOSTICADO COM FPI? É IMPORTANTE PERCEBER O QUE É ESTA DOENÇA

A Fibrose Pulmonar Idiopática (FPI) é uma doença crónica limitada aos pulmões, em que vai ocorrendo substituição do pulmão normal por fibrose (cicatrizes), prejudicando a sua capacidade para realização das trocas gasosas (oxigenação do sangue). A causa é desconhecida, daí ser chamada de idiopática. À medida que a FPI progride – o ritmo de evolução difere de indivíduo para indivíduo – a função pulmonar vai ficando cada vez mais comprometida.

O papel da fisioterapia respiratória na fibrose pulmonar idiopática
Gisela Gomes
09 Set. 2021

A Fisioterapia Respiratória é uma das partes integrantes da reabilitação respiratória e uma componente importante no seu tratamento, combinando exercícios de controlo ventilatório com exercícios de fortalecimento muscular, flexibilidade e resistência ao esforço.

Acesso da comunidade migrante e cigana no acesso a cuidados de saúde no CHULC em tempo de pandemia
Graça Quaresma
01 Jun. 2021

A propósito do webinar “Vivências da Comunidade Migrante no acesso a cuidados de saúde”, realizado a 21 de maio, a coordenadora da Comissão da Diversidade e Inclusão do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC) e enfermeira, Graça Quaresma, relata ao Jornal Enfermeiro as experiências e partilhas vividas na sessão. Destaca as dificuldades da comunidade migrante durante a pandemia e a necessidade de existir um mediador intercultural que facilite a comunicação entre as comunidades e os profissionais de saúde.

As vivências de uma unidade de Cuidados Intensivos transpostas em desenhos
Marli Lopo Vitorino
13 maio 2021

A enfermeira Marli Lopo Vitorino transpôs para desenhos as suas vivências numa unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa. É essa experiência que partilha agora com o Jornal Enfermeiro.

Anuário

Anuário Enfermeiro 2024

PUB