Opinião

Basta de violência!
Valter Amorim
20 Jun. 2024

"Nos últimos anos temos verificado um crescendo de violência contra pessoas, de onde relevam as situações ocorridas essencialmente contra mulheres, no que diz respeito à  violência doméstica, contra os imigrantes que para o nosso país vêm trabalhar, contra os  agentes de autoridade e os profissionais de saúde, entre outros. Esta postura de “quero, posso e mando”, à qual acresce a de “bato e mato”, é algo que jamais  se pode aceitar como normal".  Leia o artigo de opinião da autoria de Valter Amorim, presidente do Conselho Diretivo da Secção Regional Centro da Ordem dos Enfermeiros.

"A valorização dos enfermeiros assim como o reconhecimento do seu papel crítico na gestão organizacional são essenciais"
Ângela Pragosa
20 Jun. 2024

"É essencial que se reconheça a importância de investir nos Ambiente de Prática da Enfermagem (APE) como uma  prioridade estratégica, a incluir num Plano Nacional de Emergência da Saúde". Leia o artigo de opinião da autoria de Ângela Pragosa, enfermeira Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, do Serviço de Urgência Geral da Unidade Local de Saúde da Região de Leiria. 

Game(evolution): integrar a gamificação em Enfermagem
Carla Fernandes
13 maio 2024

Carla Fernandes, a também coordenadora do projeto Nursingames, investigadora integrada no NursID - Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem- CINTESIS, especialista em Enfermagem de Reabilitação e presidente da Associação ADITGameS, salienta que apesar da Enfermagem tenha sido mais lenta a adotar a gamificação, tem vindo a desempenhar um papel cada vez mais importante.

“A tecnologia promete revolucionar a maneira como os enfermeiros lidam com o cancro”
Paula Amorim
13 maio 2024

Paula Amorim, enfermeira oncologista na Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) e presidente da Associação de Enfermagem Oncológica Portuguesa (AEOP), faz uma reflexão sobre o relacionamento interpessoal entre os enfermeiros oncologistas e os utentes, num futuro que se avizinha cada vez mais tecnológico, na qual deve ser mantida uma abordagem individualizada “e uma comunicação empática, onde o uso da tecnologia permitirá melhorar a personalização do plano de cuidados e o nível de cuidados de proximidade”.

"Reduzir as IACS e as RAM deve ser um objetivo de todos"
Sofia Pereira
26 Abr. 2024

As Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS) e as Resistências dos Microrganismos aos  Antimicrobianos (RAM) constituem as maiores preocupações dos gestores dos sistemas de  saúde, sendo um problema mundial, com elevada morbilidade e mortalidade, bem como custos associados. Nesse sentido, leia o artigo de opinião da autoria de Sofia Pereira, vogal Suplente do Conselho de Enfermagem da Secção Regional Centro da Ordem dos Enfermeiros, sobre os desafios e o papel dos profissionais de saúde no combate e prevenção destas situações. 

Anuário

Anuário Enfermeiro 2024