APE reclama Especialidade de Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica"Atualmente, tudo parece começar e acabar na Enfermagem Médico-Cirúrgica, mas estamos em crer que a Especialidade de Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica terá de ser uma realidade nos tempos vindouros." Esta é a convicção de Pedro Filipe Vasconcelos, enfermeiro, membro do Departamento de Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica da Associação Portuguesa de Enfermeiros (APE), que organiza, nos dias 20 e 21 de outubro, a iniciativa "Doente Crítico'17". O evento terá lugar na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa e engloba o 4.º Encontro de Enfermagem de Emergência e as 10.ªs Jornadas de Enfermagem de Cuidados Intensivos.

Publicado em Entrevistas