Opinião

Envelhecer no Alentejo...e o agir profissional

Envelhecer no Alentejo...e o agir profissional Os dados demográficos em 2015 revelam a tendência de diminuição da população residente no Alentejo, mas o aumento dos que têm 65 e mais anos (25%). Agrava a situação o baixo índice de fertilidade que não repõe a geração. Os adultos são laboralmente ativos embora afetados pelo desemprego e pelas baixas qualificações. 

Ler mais ...

Vacinar sim, sempre (parte 2)

Vacinar sim, sempre (parte 2)Vamos então dissecar alguns dos argumentos mais utilizados pelos pais anti-vacinação. Não deixa de ser curioso, que à medida que os argumentos falaciosos vão sendo refutados um a um, pela evidencia cientifica, logo os grupos anti-vacinação tentam arranjar novos.

Ler mais ...

Vacinar sim, sempre (parte 1)

Vacinar sim, sempre Embora não existam em Portugal movimentos anti-vacinação organizados como em outros países, é fácil encontrar na internet, blogues, entre outros, comentários contra a vacinação, alguns deles fazendo referência a profissionais de saúde que defendem a não vacinação. Ora aqui começa desde logo um dos problemas da não vacinação.

Ler mais ...

Enfermeiros especialistas: reconhecimento precisa-se

Enfermeiros especialistas: reconhecimento precisa-seÉ vergonhoso como o poder político se comporta e trata os enfermeiros portugueses e, neste particular, os enfermeiros especialistas.Os enfermeiros portugueses são técnicos altamente formados e, por isso, afirmam-se com o nível de conhecimentos científicos e do saber cuidar a pessoa no seu todo, ou seja, de forma holística. Daí os países da Europa, países árabes e outros destinos do mundo nos recebem de braços abertos.

Ler mais ...
Pág. 1 de 8