Aguiar da Beira tem três enfermeiros para 5472 utentes

terça, 05 dezembro 2017 10:54

Faltam enfermeiros no Centro de Saúde de Aguiar da Beira e os cuidados estão em risco. O alerta foi dado pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), que refere a existência de apenas três profissionais de enfermagem para prestar cuidados a cerca de 5472 utentes, 2111 famílias.

"Decorrente das intervenções sindicais nos locais de trabalho, fomos confrontados com a grave e preocupante carência de enfermeiros no Centro de Saúde de Aguiar da Beira. Prestação de cuidados com qualidade, acesso e segurança estão comprometidos", afirma o SEP, adiantando que a equipa de enfermagem daquela unidade tem vindo a ser diminuída deste setembro de 2016.

Em declarações ao Jornal do Centro, o sindicalista Alfredo Gomes refere que, seguindo os dados do Ministério da Saúde sobre os rácios utente/enfermeiro faltaria um, mas que, "na prática, faltam dois ou três [profissionais]". É um caso "grave e preocupante", que necessita de ser tratado com "urgência".

Além de pôr em causa a prestação de cuidados no centro de saúde, a falta de profissionais influencia igualmente as condições de trabalho dos enfermeiros e não permite ter uma Unidade de Cuidados na Comunidade, o que, segundo o SEP, "carreta acréscimo de trabalho em atividades de promoção da saúde e prevenção da doença, por natureza desenvolvidas nessa unidade".

"Estão, desta forma, em risco cuidados prestados no domicílio a pessoas dependentes, cuidados infantis, cuidados maternos, saúde escolar e o trabalho com os grupos comunitários de risco – como a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, a Intervenção Precoce ou o Núcleo Local de Inserção", conclui o sindicato.