Reunião entre Ordem e sindicatos sem acordo

sexta, 22 setembro 2017 16:49

A reunião da última quinta-feira entre as diferentes estruturas sindicais representativas dos enfermeiros e a Ordem terminou sem acordo, embora tenha sido manifestada disponibilidade para continuarem a trabalhar em conjunto.

A dirigente sindical Guadalupe Simões, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), tornou pública a posição de que o sindicato se recusa a assinar um memorando de entendimento sem antes discutir a matéria com os profissionais.

E de que a CNESE – confederação de que faz parte o SEP – também não apresenta propostas de carreira sem as discutir com os enfermeiros, à semelhança do que aconteceu nas negociações de 2009.

A CNESE manifestou, no entanto, “disponibilidade para continuar a articular e convergir com a Ordem sobre as temáticas que são da sua esfera de competências”.

Por sua vez, a Ordem dos Enfermeiros lamenta a recusa dos sindicatos em assinar a declaração de princípios que levou à reunião, porque, segundo declarações da bastonária, Ana Rita Cavaco, “o que está em causa é a saúde das pessoas e existe um problema com a carreira dos enfermeiros que tem de ser resolvido. Lamentamos a recusa em assinarem algo tão importante para a dignidade dos enfermeiros”.

A Ordem acusa o SEP e o SERAM de terem abandonado a reunião, o que a dirigente sindical Guadalupe Simões nega.

Recorde-se que o SEP marcou nova greve para o período de 3 a 5 de outubro.