Vila Real homenageia enfermeiro herói em Londres

quinta, 27 julho 2017 12:36

A Câmara de Vila Real homenageou "os melhores da comunidade" com a medalha de mérito municipal. Um dos distinguidos foi o enfermeiro Carlos Pinto, que socorreu uma jovem esfaqueada no atentado de Londres de 3 de junho.

Aquando do aniversário da sua elevação a cidade, Vila Real entrega a medalha de mérito municipal a quem contribuiu de alguma forma para a comunidade. Na lista de distinguidos estão instituições, políticos, cientistas, artesãos, fotojornalistas, chefes de cozinha, empresários e desportistas, incluindo o piloto Tiago Monteiro, que foram medalhados no passado dia 20 de julho.

"[São figuras que] ao longo dos anos marcaram pela positiva a nossa vida coletiva. É um reconhecimento de Vila Real face a obras e ações que cada um fez e catapultou o concelho", disse à Lusa o presidente do município, Rui Santos, citado pelo DN.

O enfermeiro Carlos Pinto, natural de Constantim, recebeu a medalha de ouro de mérito municipal pela "atitude heroica". A 3 de junho, um grupo de terroristas espalhou o pânico pelas ruas de Londres e em alguns estabelecimentos, nomeadamente o restaurante onde o português, emigrante em Inglaterra há três anos, estava a jantar. O enfermeiros socorreu uma jovem americana gravemente ferida e ficou com ela cerca de duas horas e meia até chegar uma ambulância.

Apesar de ter salvo a vida da jovem, em declarações ao CM o enfermeiros português recusa o título de herói: "Não me sinto um herói, de todo. Penso que iria fazer o mesmo se não fosse enfermeiro. Por sorte sou enfermeiros, mas agi como um cidadão que ajuda o próximo, fiz o que gostaria que fizessem por mim".