Governo vai dar telemóveis a enfermeiros do SNS

terça, 20 junho 2017 10:55

O Ministério da Saúde vai facultar telemóveis aos enfermeiros e médicos dos centros de saúde de forma a facilitar contactos com os utentes, em caso de necessidade. A medida surge no âmbito da reformulação das redes informáticas.

O presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), Henrique Martins, anunciou que o ministério vai lançar concurso público internacional para reformular as redes informáticas e, nesse âmbito, vai integrar telefones e telemóveis. A medida vai ser implementada a partir de 2018/2019.

Além de ser necessário aumentar a capacidade da rede informática que liga hospitais e centros de saúde, o contrato com o atual operador chega ao fim dentro de uma ano, havendo necessidade de lançar um novo concurso.

"Utiliza-se este contrato para dar um telemóvel a praticamente todos os médicos do SNS, sobretudo nos cuidados de saúde primários. Queremos que em 2018/2019 a maior parte dos centros de saúde e unidades de saúde família, em vez de funcionarem com telefones fixos e centrais telefónicas obsoletas e contratos aparte, toda esta tecnologia de rede informática e de telefones passe a estar no contrato", disse à Lusa Henrique Martins, citado pelo Multi-Health Care.

Com a integração da parte informática e telefónica num único contrato, os SPMS esperam poupar dinheiro e facilitar o serviço do futuro centro de contacto do SNS, que irá suceder à Linha Saúde 24.

Os telemóveis vêm facilitar a comunicação com os utentes, mas o presidente do SPMS reconhece que "nem todos quererão essa facilidade" e, portanto, caberá a cada profissional de saúde escolher se quer, ou não, manter esse contacto. O responsável acredita, no entanto, que os telemóveis serão uma mais-valia, nomeadamente para o serviço ao domicilio.