Hospitais do Porto readmitem enfermeiros despedidos e contratam novos

sexta, 16 junho 2017 12:44

Vários hospitais da área metropolitana do Porto estavam em risco de encerrar serviços por falta de enfermeiros. Segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), que se tem reunido com a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) e com o ministro da Saúde, essa carência já está a ser resolvida e os hospitais já estão a contratar.

"As denúncias públicas, as concentrações desenvolvidas em conjunto com os enfermeiros e a pressão exercida na mesa negocial pelo SEP atingiram o seu objetivo", anuncia o sindicato, que, nas reuniões com a ACSS, exigiu "uma forma ágil de contratação de enfermeiros que ultrapassasse a imposição do Decreto-lei de Execução Orçamental".

De acordo com o SEP, numa reunião com o ministro Adalberto Campos Fernandes, que decorreu a 8 de junho, foi finalizado um mecanismos mais flexível para contratar enfermeiros de forma mais célere.

Como resultado - avança - os 35 profissionais de enfermagem despedidos do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho foram readmitidos, o Centro Hospitalar do Porto admitiu 50 enfermeiros, o Centro Hospitalar Tâmega e Sousa já teve autorização para recrutar 20 novos profissionais e a Unidade Local de Matosinhos também já está a contratar.

O sindicato mostra-se satisfeito, mas promete continuar alerta.